Planilha do Mestre Poupador em Excel para download

EDIT 01/05/2017: Amigos, a planilha apresentava um ERRO! Corrigi e a nova versão já tá no ar, link no post abaixo.

Amizades, como estão?

Passando para informar que converti minha planilha (citada aqui) para o Excel e estou deixando aqui para vocês baixarem à vontade, beleza?

Eu já dei detalhes sobre a planilha no post específico dela, mas é como se fosse a Super Planilha do AdP (Além da Poupança) mais resumidinha e simplificada, para o leigos e “pobres mortais” como eu.

Enfim, clique aqui para download e desfrutem. Estou aberto a sugestões, críticas construtivas (os haters não terão os comentários aprovados, haha) e dicas para torná-la ainda melhor.

Como eu disse no outro post, ela está bem simples e básica. Ela te auxilia a acompanhar o rendimento (sem aportes) e o rendimento com aportes (que na planilha se chama “aumento”). Além disso tem o campo de inflação para você ter ideia do ganho real – cópia descarada do AdP.

Quem sabe juntos não podemos configurar mais funções na planilha?

Um abraço a todos, espero que gostem!

Mudei minha planilha da Independência Financeira: clique e conheça a nova

EDIT 01/05/2017: Amigos, a planilha apresentava um ERRO! Corrigi e a nova versão já tá no ar, link no EDIT abaixo.
EDIT 25/04/2017: Pessoal, converti a planilha para o Excel, ela está aqui para download. Desfrutem e comentem!

Adoro esses títulos sensacionalistas hahaha. Então galera, mudei minha estratégia e refiz minha planilha que controlo a Independência Financeira. Tinha dito aqui que havia pensado nisso.

Desde quando eu comecei a me aprofundar nos estudos de finanças e investimentos (há cerca de uns 8 meses, por aí, talvez um pouco mais que isso) eu uso a famosa e popularíssima “Planilha do AdP”.

A Planilha do AdP é uma planilha feita pelo nosso ilustre Além da Poupança. Essa planilha é completa, intuitiva e semi-automática: é maravilhosa! E é/foi útil para mim por todo esse tempo. Acompanhei meu caminho rumo à IF por ela, sempre preenchendo conforme as instruções.

Utilizar a planilha do AdP é muito simples. Lembro que na época fiz até um email passo a passo para mostrar para o meu irmão. Ficou mais ou menos assim:

Ler os artigos nessa sequência:
1 – http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2012/04/calculando-de-forma-errada-seus.html
2 – http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2012/04/calculando-de-forma-correta-seus.html
3 – http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2012/04/calculando-de-forma-correta-seus_28.html
4 – http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2012/04/planilha-de-acompanhamento-de.html

Me lembro, inclusive, que transformei a planilha dele em planilha do Google Docs.

O fato é que a divisão por cotas muitas vezes me deixava confuso. Eu via os números em vermelho e estranhava. Será que algo estava errado? Será que lancei da forma correta?

Como sou leigo,tinha essas dúvidas martelando na minha cabeça, o que fazia com que eu refizesse todas as contas novamente para ver se o cálculo batia.

Não estou criticando, tampouco duvidando da planilha do AdP. Pelo contrário. Estou é duvidando é da minha capacidade de fazer as coisas certas hahaha. Como eu disse acima, a planilha ele é ótima.

Enfim, como sou da área de TI e gosto de trabalhar/aprender Excel, decidi criar a minha planilha do zero. Muito mais simples, muito mais resumida e com informações que seria úteis para mim.

Por exemplo, apesar de o raciocínio ser correto, não quis dividir meus investimentos em cotas. Fiz da forma mais simples e leiga possível, para que eu tenha segurança nos cálculos e, posteriormente, poder ir incrementando a planilha com procedimentos mais complexos.

Ela se assemelha bastante com a do AdP. Só que, como eu disse, tem menos campos.

Planilha IF
Consolidado: soma de todas as aplicações (valores fictícios)

A aba Consolidado soma tudo das outras abas automaticamente e te informa sua situação atual.

O que eu fiz é criar os campos Rendimento e Aumento. Vamos explicá-los.

Campo rendimento

No rendimento, calculo o retorno que o investimento teve desconsiderando (diminuindo) os aportes. Assim posso ter ideia, por exemplo, se o FII está rendendo bem ou não.

Exemplo:

Carteira em abril: R$1000
Aporte: R$100
Carteira em maio: R$1110
Rendimento: (Carteira em Maio – Carteira em Abril – Aporte) / Carteira em Abril = 0,01 (1%)
Na conta acima usei a fórmula que aprendi com o AdP: (Situação Nova – Situação Antiga) / Situação Antiga

Apesar de eu ter aumento o patrimônio em R$110, R$100 são do aporte e somente R$10 são do rendimento. Para mim é importante saber isso: o quanto rendeu independentemente do aporte.

Nota: posso estar fazendo a conta errada, se puderem  me ajudar aí nos comentários, agradeço!

Campo Aumento

No campo Aumento, óbvio: quanto meu patrimônio aumentou de um mês para o outro considerando o aporte e os rendimentos.

No exemplo acima, meu patrimônio aumentou de R$1000 para R$1110, ou seja: 11%.

As abas Poupança, TD e FII são idênticas, exceto pelo valores a serem preenchidos, lógico.

Planilha IF
Aba Poupança (valores fictícios)

Obviamente a poupança não rende 9,66% nunca. Os valores são fictícios para eu repassar para vocês. O que é interessante de se notar é que, quando não se tem aportes no mês, o campo Rendimento é igual ao campo Aumento.

Ao final do ano, em dezembro, é só lançar o campo inflação que a planilha te informa seu rendimento real aproximado (cópia do AdP também).

Planilha IF
Aba Fundos Imobiliários (valores fictícios)

É necessário fazer uma observação na aba dos FII. Eu criei outras abas, uma para cada FII, para que eu tenha um controle rigoroso sobre eles. Porém, caso você não queira seguir essa dica, faça uma aba com o consolidado, como essa acima, somando todos e lançando aí.

Planilha IF
Aba Tesouro Direto (valores fictícios)

 

Quando lançar as informações?

Talvez não tenha ficado claro a metodologia que utilizo.

Todo mês, de preferência entre o dia 1º e 3, por aí, eu acesso o site do CEI BOVESPA para ver meus títulos aplicados. Esses valores que me servem de parâmetro para lançar na planilha, entenderam?

Alguns preferem utilizar os valores que estão na corretora. Apesar de os valores serem iguais na maioria das vezes, pode haver alterações de um para outro se levarmos em consideração as taxas da corretora, por exemplo. Acesso o BOVESPA por que lá tem um valor cru, líquido. Posso estar enganado, claro. Mas acho que assim fica bom para meus cálculos.

Acesse o canal do CEI BOVESPA por aqui cei.bmfbovespa.com.br.

Ah, para retiradas, é só lançar valores negativos no campo Aporte.

Conclusão

Amigos, não quero desmerecer a planilha do nosso amigo AdP, nem tentar copiá-lo de alguma forma ou diminuir seu trabalho, longe disso!

O que eu fiz nesse post foi apresentar uma alternativa (a minha alternativa) para a planilha do nosso amigo. Eu fiz algumas edições e adaptações que facilitariam as coisas para mim. E quis expor para os leitores.

Como sabem, eu ainda estou aprendendo e quanto mais eu fuço no Excel e nos cálculos, melhor. Por isso optei por iniciar do zero um controle financeiro, sacam?

Caso queiram que eu disponibilize para download, é só pedir. Na verdade, ela está no Google Docs, então é só eu compartilhar com vocês. Mas vou esperar para ver se há demanda para isso, ok?

EDIT 25/04/2017: Pessoal, converti a planilha para o Excel, ela está aqui para download. Desfrutem e comentem!

Um abraço para vocês, espero que tenham curtido o post!

 

Mp.

 

Controle Financeiro com Excel para iniciantes

Esse post é um publieditorial.

Aqui no meu trabalho, tenho um colega que, apesar de ser contador, me abordou um dia e disse “Oi, MP, bão? Seguinte, cara… sei que você é da área de TI e vou te dar uma sugestão: se você fizesse um aplicativo de controle financeiro você ia ficar rico!”.

O desenvolvimento de aplicativos móveis não é objeto desse texto, e sim uma coisinha só: até um contador (que, regra geral, tem muita afinidade com os números) tem dificuldades e às vezes quebra a cabeça para organizar suas finanças pessoais.

Já citei aqui no blog sobre o aplicativo GuiaBolso que, apesar de ser muito útil para mim, em algumas funcionalidades deixa a desejar.

Então, voltando ao meu colega. Ele é contador, trabalha com planilhas e números o dia inteiro e ainda assim tem uma resistência, uma dificuldade quando vai por no papel (ou no computador) suas finanças pessoais.

“A minha planilha é muito complexa”, disse.

Muitas pessoas apelam para o bom e velho Excel. Essa ferramenta da Microsoft é poderosíssima (é sério, você não tem noção do tamanho do poder do Excel. Acho que nem o Bill Gates sabe!). Enfim, o Excel pode te ajudar em dezenas de milhares de tarefas, inclusive seu controle financeiro doméstico.

Eu usei o Excel por muitos e muitos anos (lembro até hoje, o nome da minha planilha se chamava “Orc”, de “Orçamento”, mas toda vez que eu a via eu lembrada dos “Orcs” do Warcraft II).

Não é esse orc não, MP. É o orc do Controle Financeiro.

No Excel, você pode dividir os meses em planilhas diferentes, lançar tudo na mão e consolidar os dados em uma página inicial que te dá uma overview de tudo. É excepcional.

Para você que gosta de ter um controle maior sobre os números, não tem ferramenta melhor.

Além disso, no próprio Excel você pode criar suas planilhas de Independência Financeira. Eu uso a planilha do AdP para monitorar o andamento do meu patrimônio (é uma baita planilha, diga-se de passagem).

Um pouco sobre minhas planilhas

Estudos 2017

Salvo aqui os tópicos sobre tecnologia da informação (linguagens de programação) que quero aprender durante o ano. Tem também detalhes sobre os programas de pós-graduação que desejo tentar entrar. O Excel me ajuda a organizar as ideias.

Além disso tem uma lista de línguas que desejo desenvolver. Atualmente tenho Inglês e Espanhol. Esse ano fecho a primeira.

Home

Planilha principal. Aqui controlo todas as receitas e despesas e tudo o mais relacionado à minha casa. Tenho gráficos, porcentagens e zilhões de cálculos. Muito bom!

Divido as despesas e receitas em categorias e unifico tudo na dashboard principal. Tenho controle sobre quase tudo!

Para você que quer economizar, investir e aumentar o patrimônio, é obrigatório ter uma planilha dessas.

IF

É a planilha do AdP com algumas customizações próprias. Acesso praticamente uma vez ao mês, para lançar os aportes e descobrir quanto cada investimento rendeu.

Obviamente, IF significa Independência Financeira.

Nota para posteridade: não que a planilha do AdP seja ruim; ela é ótima, mas preciso desenvolver minha própria planilha de IF do zero, e passar aqui para vocês. Além de eu ficar mais seguro quanto as informações nela dispostas, já dá um belo de um post, não acham?

Web

Nessa planilha eu controlo os meus trabalhos extras de TI, inclusive nessa Pasta de Trabalho eu tenho uma planilha de controle financeiro somente dos meus trabalhos extras. Uma maravilha. É um orçamento dentro de uma grande planilha que tá dentro da pasta planilhas. É praticamente um inception de fórmulas hahaha.

Não vou detalhar todas as minhas planilhas, só estou tentando te mostrar o poder da ferramenta Excel. Tem gente que gosta de agrupar todas as informações em uma só, tem gente que prefere dividir.

Cada caso e um caso, você que adapta a ferramenta à sua necessidade.

Aprendendo Excel

Muita gente vê o Excel e pensa “Nossa, que tanto de números, fórmulas e células. Eu sou leigo, não sei nem desligar meu computador em segurança, imagina ‘pogramar’ nessa équiscéu, tá é doido, vou voltar para minha ‘Beth, a feia’, por que no episódio de hoje ela vai no salaum de beleza HU3HU3HU3”.

Gente, não é assim. o Excel é uma ferramenta como todas as outras. Exige um pouco do usuário no início, mas depois que você pega o espírito da coisa, daí é igual a zoeira, sem limites.

Eu nunca mexi muito no Excel. Porém, durante a faculdade teve um mini-curso presencial o qual participei, e adorei. Aprendi muitos macetes interessantíssimos. Gostei tanto que depois fiz um novo curso, dessa vez online, sobre Controle Financeiro (consegui um cupom de 100%, ou seja, ia aprender a poupar poupando).

O jabá

Apenas para registro, o curso que fiz é esse aqui e está com 100% de desconto. Utilize o cupom FORUM.

Controle Financeiro
Aprenda a poupar com o professor do Mestre Poupador. Controle Financeiro na sua casa já!

Não é uma pegadinha e não tem partes pagas. O curso inteiro está com 100% de desconto. Entre no site e veja, ele tem 5 estrelas. O pessoal gosta bastante. Recomendo.

Nesse curso você vai aprender a fazer seu Plano de Contas Gerencial, desenvolvendo sua capacidade de gerenciar seu capital.

Vou colar aqui algumas coisas que o curso propõe a ensinar:

  • Conceitos relativos a controle financeiro como receitas, despesas e fluxo de caixa.
  • Entender porque o ciclo PDCA (emprestado da Administração) é seu amigo.
  • Trabalhar com a planilha de Plano de Contas Gerenciais
  • Fazer lançamentos de entrada e saída e editar lançamentos na planilha
  • Construir a planilha espelho que conterá os resumos dos lançamentos mensais
  • Algumas dicas legais de uso do excel em geral (Sabe usar o F12 né?)
  • Montar a planilha anual com as contas a pagar e receber de cada mês.
  • Entender os 7 “baby steps” de Dave Ramsey para o controle financeiro
  • Como fazer simulações de investimentos e aproveitar o tempo a seu favor (esse item o MP gostou bastante)

 

Amigos, o blog ajuda você a economizar, então estou fazendo isso duplamente: primeiro, estou te recomendando um curso que vai te ensinar a controlar suas finanças e, consequentemente, economizar. Segundo, o curso é grátis!

Aproveite e vá aprender Excel!

Esse post é um publieditorial.

Tutorial Guia Bolso ou como gerir as finanças?

Nosso amigo filósofo

Olá amigos,

 

 

como muitos de vocês devem saber, ou se não souberem ficarão sabendo agora, uma das regras de ouro da economia e controle financeiro é: ANOTAR TODOS OS GASTOS. E quando escrevo todos não significa quase todos, e sim “todos os gastos” mesmo, ok?

Aquele lanche de R$5, aquele café de R$2 e aquele chiclete de R$0,50: tudo.

Para registro, você pode usar sua agenda, pode usar seu caderno, pode usar um conjunto de guardanapos. O que importa é registrar, registrar para ter controle.

Muitas pessoas preferem utilizar as planilhas do Excel ou Google Docs. É o meu caso. Posteriormente escreverei um post sobre Gestão Financeira no Excel/Gdocs, mas o assunto de hoje é sobre o aplicativo Guia Bolso.

 

Mas, peraí, MP, você disse que usa o Excel, então por que vai falar sobre o Guia Bolso?

Explico. Eu uso Excel para uma visão macro da minha situação financeira. Valores gerais, somas, porcentagens, controle mês a mês e, principalmente, meus investimentos, aportes, etc. Um “painel de controle”.

Já o Guia Bolso uso no dia a dia. Ele registra cada operação automaticamente, então acesso todos os dias para ver como está o “andar da carruagem”. Fazer correções pontuais, como uma categoria que saiu errado, dar uma olhada nos gráficos consolidados e olhar os saldos em conta.

O Guia Bolso é um site e um aplicativo para celular que organiza suas finanças automaticamente. Ao se cadastrar ele te pergunta o(s) número(s) e a(s) senha(s) da(s) sua(s) conta(s).

 

WAT, senha?

Sim, o Guia Bolso, para organizar tudo automaticamente para você, precisa da sua senha eletrônica (e não a do cartão!). Mas não se preocupe, ele solicita o acesso apenas ao seu extrato, e somente como leitura. Além disso, os dados são criptografados e os funcionários da empresa não tem acesso a eles. Eu uso há um bom tempo e não tive problemas.

RIP senhorinha do WAT
Usuária número um do GB. Ela também estranhou…

Aqui o pessoal dá uma explicada melhor: O Guia Bolso é seguro?

Ah, e antes que falem, não estou sendo pago para falar do app aqui não, viu. Quem me dera hahaha.

Chega de lenga-lenga e vamos lá:

 

Tutorial Guia Bolso para iniciantes

Após se cadastrar (clique no botão Começar dessa página), ele vai te pedir os dados de sua conta. Caso você ainda esteja inseguro quanto a isso, pode deixar pra depois e gerir suas finanças apenas com contas manuais (as que você mesmo lança as transações).

Visão geral

A imagem acima mostra a página inicial do Guia Bolso para quem acessa pelo computador.

1: Barra lateral que fica o menu principal. Atualmente estamos na guia Resumo. Ele te dá uma visão geral da situação das suas contas e suas últimas transações.

2: Quando você cadastra sua conta, ela é exibida aqui. Se tiver mais de uma conta cadastrada, ela também aparecerá (todas aparecem). Também é informado o saldo em cada uma delas. Clicando em uma conta específica, são exibidas suas últimas transações (no espaço principal onde estão os números 6 e 7).

3: Aqui fica a relação dos cartões de crédito adicionados e o saldo devedor da próxima parcela. Ótima função.Caso cliquem em um cartão específico, é exibida a listagem de transações dele.

4: Na guia número 4, Investimentos, ficam relacionadas as suas contas poupanças e alguns outros investimentos. Não aparece toda e qualquer  aplicação financeira. O app disponibiliza algumas aplicações, dependendo do banco, por exemplo:

  • Itaú: CDBs, Fundos e Previdência
  • Santander: CDBs e Fundos
  • CEF: Fundos

Fonte

5: Aqui é exibido seu nome de usuário e um menu suspenso, onde você pode acessar as configurações e fazer logout.

6: Relação das últimas transações. Cada transação possui sua categoria, observações e tags. Como vocês podem observar, minha rotina financeira tá um marasmo só…

7: Valor da transação.

 

Extrato

Ao clicar em Extrato, aparecem todas as transações, de todas as contas cadastradas. Lembrando que, como o app acessa seu Internet Banking, eles pedem uma carência de até 48 horas para a transação aparecer na listagem (geralmente aparece antes).

1: Menu. Atualmente estamos em Extrato.

2: Detalhamento das transações. Cada transação tem sua categoria, descrição e tags. O app aplica a categoria automaticamente (que você pode alterar se quiser). A descrição e as tags é por sua conta? Para saber o que são tags, CLICA AQUI!

3: Filtro das categorias. Selecionando a categoria desejada, só serão mostradas as respectivas transações. Bem prático. Exibe também o somatório no final.

1: Menu das categorias

2: Categorias exibidas. Você pode adicionar quantas categorias quiser, mas as predefinidas pelo app já são suficientes.

Alterando a categoria de uma transação

Como já disse, o app tenta categorizar automaticamente suas transações. Por exemplo, caso no extrato apareça “Fulano Pneus”, o app já joga na categoria Veículos.

Nosso amigo filósofo
Se no extrato aparecer “Óleo refeições”, o GuiaBolso categoriza como “Alimentação” ou “Veículos”?

Mas isso não impede de você alterar manualmente. Inclusive, pode alterar todas as transações com aquele nome para a categoria desejada.

1: Caso queira cadastrar uma transação manualmente, clique nesse + aí. Cadastre aqui os gastos que você teve em dinheiro vivo, que não aparecem no seu extrato bancário.

2: Detalhamento da transação.

3: Categoria

4: Clicando na categoria, aparece o meu suspenso para que você escolha outra, se quiser.

5: Subcategorias da categoria. (Ficou confuso né?)

6: Tags. Você pode definir tags para cada transação. Essa funcionalidade eu quase não utilizo.

Inserir nova conta ou novo cartão de crédito

Caso você queira cadastrar mais de uma conta ou cartão de crédito, o caminho é por aqui.

1: Menu que leva à seção de cadastro de novas contas/cartões.

2: Contas e cartões já cadastrados.

3: Detalhamento das contas cadastradas.

4: Opções predefinidas para cadastro de novas contas. Caso seu banco não esteja aqui, tente ir pelo botão “Outros bancos”.

5: Cadastrar conta manual, geralmente é a conta “Dinheiro”.

 

Os gráficos

Como esperado, o app também disponibiliza alguns gráficos para consulta.

1: Menu pra escolha do s Gráficos.

2: Aqui você define o tipo de gráfico que você quer. Das receitas, despesas, por categoria, etc.

3: Defina o período da seleção.

4: Gráfico em si, em formato pizza.

Confesso que eu não gostei muito dos gráficos não. Eles são meio confusos, com informações demais.

Algumas vezes nós precisamos é de simplificar mais, em vez de detalhar.

Finishing…

Pessoal, eu só quis passar para você um overview, uma visão bem geral mesmo. O app te oferece muito mais funcionalidades que este post apresenta, é claro.

Eu estou gostando e vou continuar usando. Mas como eu disse no início do post, não dispenso minhas planilhas… Pelo menos por enquanto.

Bibliografia

Sítio do GB
Ajuda do GB
Twitter do GB

 

E você, já usou ou usa o Guia Bolso? Deixe sua opinião nos comentários.

Até a próxima!