“Como economizar”: todos os posts dessa categoria

Um dos carros-chefe do meu blog são os posts onde escrevo sobre como economizar com tal coisa. Já fiz um tanto bom desses posts, então vou adicionando eles aqui ao passo que for postando.

Posts
Algum meme qualquer apenas para ilustrar o post.

Se você é um visitante novo, aproveite para lê-los. Não gosto de escrever muito nos posts (walls of text), para tornar a leitura fácil e rápida para todos, e também por que não tenho muita prática ainda.

Enfim, tá aqui. Aproveitem:

Espero que gostem. Não deixem de comentar!

Imposto de Renda: como perder dinheiro (mas cumprir seu papel de cidadão)

Quando chega essa época do ano os brasileiros ficam em polvorosa. Não há nada que tenha tanta comoção nacional como carnaval, futebol, big brother brasil e o temido Imposto de Renda, aka leão. Nessas horas, começam também as reclamações: “ah mas essa porcentagem é muito alta”, “ah mas precisamos de uma reforma tributária”, “ah mas esse tanto de imposto que pagamos é um absurdo”, “ah…”, “ah…” ,”ah…”.

Sim, é caro. Sim, é um absurdo e sim, nosso país não é um país sério. Em um país sério os cidadãos pagariam esse imposto com o maior prazer, simplesmente por que:

  • O “rombo” no orçamento do contribuinte com certeza seria menor
  • Os serviços públicos, a contrapartida do governo, seriam melhores.

    Imposto de Renda: o rei dos impostos.
    Imposto de Renda: o rei dos impostos.

O chororô dos mimizentos

Vou tentar esmiuçar aqui a minha opinião sobre os impostos brasileiros. Em primeiro lugar, eu não sou um chorão mimizento. O chorão mimizento é aquele que reclama de tudo, do início ao fim da Declaração do Imposto de Renda. São essas frases pré-concebidas que citei acima. Reclama que é caro, que o valor é alto e que o país não presta. Ok, cada um tem sua opinião. Reclame o quanto quiser, mas seje menino home, cumpra a lei e pague o IR, e sem atraso!

Continuando. Não sou um chorão. Eu moro em um país, sou cidadão. Contribuo, faço meu papel, aproveito dos serviços públicos por mais que sejam ruins. Logo, uma das minhas poucas obrigações é cumprir a lei e pagar minhas dívidas para com o Governo da forma mais honesta e transparente possível.

Ah, mas é muito caro!

Sinto muito. Moramos aqui e não temos opção. Temos que fazer nossa parte e conscientizar as outras pessoas a sempre buscarem seus objetivos de forma honesta, trabalhadora e transparente.

Além de tudo, o fato de sabermos que temos um impostão a ser pago no início do ano nos força a fazer um planejamento, por menor que seja. Falarei sobre isso no próximo tópico.

As dívidas futuras são boas

Um dia ouvi o guru Gustavo Cerbasi (ou ele ou o Mauro Halfeld, agora não me lembro ao certo. Foi um dos dois). Ele disse que o décimo-terceiro, ao contrário do que muita gente pensa, é péssimo para o trabalhador. E sabe por quê? Por que, sabendo que virá um “extra” no final do ano, a pessoa gasta a mais no meio do ano. Não planeja, faz compras desnecessárias e deixa tudo na conta do trêzimo, no melhor brazilian lifestyle.

Siga as leis. Pague seu imposto sem reclamar. Faça da forma correta. Divida a dívida. Use as deduções previstas (escola, saúde, etc.). Faça a coisa certa que não irá se arrepender.

 

Imposto de renda
Impostinho filhote. Uma fofura.

Chega de procrastinar. Faça hoje mesmo sua DIRPF 2017

Então, chega de ouvir sermão sobre honestidade, transparência etc. Siga esses passos aqui e faça já sua declaração. Para que deixar para amanhã se você pode fazer hoje? A procrastinação é um dos males do mundo moderno, sabia?

Já sei! Como sou brasileiro, vou ser espertinho e dar o migué no IR, risos, risos, risos

Não faça isso, cumpra seu papel de cidadão e declare seu imposto de renda no prazo. Emita o DARF e pague também no prazo. Não tente dar migué, declarar valores acima para receber mais dedução, deixar de declarar rendas auferidas. Não faça isso. Caso os auditores percebam algum deslize você cai na malha fina. Daí são horas e horas perdidas para justificar, procurar documentos, ficar nas filas… não compensa.

Seja consciente. Pare de reclamar e resolva esse problema. Afinal, todo mundo um dia terá que declarar o IR.

Dura lex, sed lex: é assim e pronto

A não ser que você entre na política, vire presidente e comande uma tremenda revolução tributária, é assim e pronto. A lei existe e deve ser cumprida.

Impostos são uma das únicas formas que o Governo tem para arrecadar dinheiro. Não entrarei no mérito de discutir sobre corrupção, sobre o atual governo etc. Mas infelizmente é assim e pronto. Caso não queira seguir as regras, ok, mas você incorrerá em ilegalidade.

Conclusão

É isso. Não quero me estender muito, apenas te convencer que, apesar de caro e trabalhoso, você deve cumprir a lei e declarar e pagar seu imposto de renda. De preferência sem atraso.

Já fiz o meu e já planejei os pagamentos.

Enquanto o jogo não muda, vamos jogando com essas regras.

Abs

A técnica Pomodoro: dando um up na produtividade

Olá, hoje escreverei um pouco sobre uma técnica para dar um boost na sua produtividade: a técnica Pomodoro.

Partindo do princípio que quanto maior sua produtividade, maior seu retorno financeiro, nada mais coerente que sempre buscarmos melhorar nossa capacidade de organizar o tempo e as tarefas.

Já citei várias e várias vezes aqui que uso o app  Wunderlist como uma das ferramentas de produtividade. Já comentei também como é importante estabelecermos as metas/tarefas do dia, da semana, do ano. Hoje vou falar sobre uma técnica.

O que é Pomodoro

Pomodoro
Pomodoro-timer. Infelizmente esse não é de comer.

Pomodoro é uma palavra italiana que significa tomate. Os grandes chefes de cozinha italianos, como todo cozinheiro, frequentemente precisam de alguma ferramenta para cronometrar o tempo e controlar suas receitas. Logo, era comum os cozinheiros terem cronômetros nos seus ambientes de trabalho. E a maioria desses cronômetros tinham o formato de tomate.

Por isso a técnica tem esse nome.

A técnica Pomodoro

A técnica Pomodoro consiste em quebrar suas tarefas em intervalos de tempos de 25 minutos super-focados.

Antes de começar uma tarefa, cronometre 25 minutos. Mantenha o foco todo esse tempo e não abandone a tarefa, a não ser que:

  • O cronômetro termine a contagem
  • Você finalize a tarefa

A questão aqui é ficar 25 minutos focado em uma tarefa somente.

Não significa que você deve fazer o que tem de fazer em apenas 25 minutos, não é isso! Você pode demorar 10 Pomodoros para terminar uma tarefa, o importante é você manter os 25 minutos, e descansar 5.

O intervalo do Pomodoro

Tão importante como os 25 minutos focado, são os 5 minutos de descanso entre os Pomodoros.

A cada intervalo de 25 minutos, você pode descansar 5. Na verdade, pode descansar 7 ou 10. Mas é importante manter o rigor.

Outra forma bastante difundida é a cada dois intervalos de cinco minutos, você para por 15 minutos. Ficaria mais ou menos assim:

25-5-25-5-25-15

Uma sequência tão longa assim geralmente é utilizada por quem tem tarefas repetitivas e a longo prazo, por exemplo, usei muito isso enquanto estava estudando para concursos. Tinha dias que eu fazia 14 Pomodoros, 14*25=350 minutos, ou quase seis horas de estudo líquido. Comigo funcionava bem.

Em que aplicar o Pomodoro

Você pode aplicar a técnica Pomodoro em praticamente todas as tarefas.

Exemplos: estudar, escrever um artigo, terminar um relatório, até para diversão e lazer a técnica pode ser aplicada.

O foco aqui é manter o foto (q?). Não interesse onde. Foque 25 minutos para resolver aquela tarefa, ou parte dela.

Você, com certeza, notará a diferença!

Por que funciona

Pomodoro
Fala meu patrão, vai uns pomodoro aí? 25 minutos cada. lol

Funciona por que, como já disse aqui, nossa massa cinzenta trabalha com recompensas. O Pomodoro fala assim pra ele:

“Cerebrinho, eu vou trabalhar focado durante 25 minutos, mas quando acabar… ah, meu amigo, quando acabar você se prepara por que eu vou [preencha aqui com algo que não tem nada a ver com a tarefa].”

No campo acima você pode fazer algo como: beber um suco, dar um passeio, tomar um sorvete, ir ao banheiro, jogar algum jogo rápido, meditar, espairecer. Não interessa, é você quem manda. Mas tem que ser algo que quebre a monotonia e te tire do foco, te prepare para os próximos 25 minutos de intensidade plena.

Como conseguir o Pomodoro

Não tem que conseguir, ele já está em todo lugar. Use o cronometro do celular, use o relógio do computador, use esses sites:

https://tomato-timer.com/

http://cronometronline.com.br/

Use esses apps:

https://itunes.apple.com/br/app/tomato-one-free-focus-timer/id907364780?mt=12

https://itunes.apple.com/br/app/meu-pomodoro/id1140527427?mt=8

Use essas extensões Chrome:

https://chrome.google.com/webstore/detail/marinara-pomodoro-timer/lojgmehidjdhhbmpjfamhpkpodfcodef

https://chrome.google.com/webstore/detail/strict-workflow/cgmnfnmlficgeijcalkgnnkigkefkbhd

https://chrome.google.com/webstore/detail/pomello/ahjnfakocpfoocnncbgmondnnnlfjide

E por aí vai. Não tem desculpa. Foca!

Foca no Pomodoro
Depois que comecei a utilizar a técnica Pomodoro minha vida mudou.

 

Conclusão

Quanto mais tempo, mais dinheiro. Organizando melhor seu dia, e a técnica Pomodoro serve para isso, você terá uma folguinha de algumas horas a mais na semana para terminar aquele projeto pessoal, estudar uma língua, ler sobre finanças, fazer trabalhos extras, descansar.

A produtividade, no dia de hoje, é o Santo Graal para aqueles que querem crescer, tanto profissionalmente quanto como pessoa.

Use a técnica e comente aqui o que achou.

Até a próxima!

Televisão: por que você não deve assistir

Olá, hoje vou escrever um pouco sobre a televisão e os males que ela causa para você, para sua família, para seu cérebro e seu bolso.

A televisão surgiu como uma revolução anos atrás. O entretenimento que ela propunha era diferente de tudo na época, quando o pessoal estava acostumado apenas com rádio, leitura e espetáculos ao vivo.

E, realmente, foi uma revolução. A televisão ajudou a divulgar melhor as informações, além de entreter e marcar o avanço da tecnologia da humanidade, nada mal.

Porém, como tempo e o avanço do capitalismo, a televisão começou a ser monetizada e todos os produtores só visavam o lucro acima de tudo. Como era o único entretenimento que os lares tinham, os grandes canais se aproveitavam e colocavam anúncios e mais anúncios. Ok, sem problemas até aí também, afinal, eles tem que sobreviver de alguma forma.

A grande virada

Na minha opinião, após o surgimento da internet foi quando nós vimos realmente o mal que a televisão pode nos causar. Como a internet nos provê informação sob demanda, notamos o contraste de tecnologias.

A diferença é gritante:

  • TV: programas para todos os tipos de pessoas, tentando agradar todo mundo;
  • Interwebs: você vê, assiste, lê, busca o que quer. Se quiser.

Viu só?

Os males da televisão

Para ser sucinto, listarei alguns males que a televisão causam a você, a sua família e a seu bolso:

  • Te obriga a ver o que ela transmite;
  • Abusam da sexualidade e violência em quase todos os programas;
  • Visam sempre o lucro, não pensam no telespectador;
  • Te obrigam a seguir o padrão que a sociedade impõe;
  • Te faz comprar coisas que não precisa para resolver os problemas que não existem;
  • Etc, etc, etc.

 

Entre inúmeros outros.

Televisão ruim.
Um dos piores tipos de programas da televisão aberta. Nada contra o apresentador, que até que é um bom jornalista, mas o formato do programa é um lixo.

 

Minha relação com a televisão

A televisão e o mascote.
Mascote do Mestre (mais um…) forçando ele a desligar a televisão. Chega por hoje.

Sempre assisti, desde criança. Mas quando me envolvi mais com a Internet, desapeguei quase totalmente. A única coisa que assisto na televisão é futebol ao vivo do time que torço. Só! E por que não passa na internet de uma forma estável, senão já teria abanado a quadradona de vez.

Como a televisão influencia seu orçamento doméstico

Simples, como citei acima, a televisão te obriga a seguir o que a sociedade impõe: seja linda como as atrizes globais usando esse shampoo caro para caramba. Tenha esse tênis da moda que você vai fazer sucesso. Compre esse computador, alugue isso, compre aquilo…

Televisão e o acidente de Chernobyl.
Isso a televisão não mostra.

Além disso, as televisões por assinatura estão cada dia mais caras. Pacotes com dois mil canais para quê? Você só vai assistir dois, no máximo. Você não assiste dois mil canais nunca. E paga caríssimo por isso.

Mais uma: os aparelhos de televisão estão cada dia mais caros também. Toda semana surge uma nova tecnologia, a da vez é a 4K, que eleva os preços lá pra cima!

A televisão e as crianças

Impossível deixar as crianças em frente a televisão como antigamente sem supervisão. Atualmente o programa da Fátima Bernardes (para citar um exemplo) fala de temas polêmicos (e adultos) às 10 da manhã, horário que tem muita criança em casa. Um absurdo.

Antigamente, lembro de ficar na televisão, nas férias, do momento que acordava até o momento de ir dormir, só vendo desenhos, programas infantis, filmes… Hoje em dia isso não e mais possível.

 

Beleza, então, ok. Mas como devo fazer para me livrar desse traste, ó Mestre?

Televisão x Netflix.
A relação do Mestre Poupador com os milagres da Internet. Nada de televisão, hue.

Calma. Não quero que você se livre da televisão. Hoje em dia ela é muito útil: as televisões modernas tem suporte à Netflix e ao Youtube, o que facilita e muito a nossa vida, além de prover mais conforto, pelo tamanho da tela.

Além disso, ver um pouquinho por dia não vai te fazer mal. Só quero te alertar aos males que ela traz, para você ficar vacinado. Se você acha que ela não te faz mal, vá em frente.

Vou dar apenas alguns pitacos para você refletir:

  • Trocar os programas “nativos” da televisão pelo NetFlix, Yotube;
  • Substituir jornais sensacionalistas e tendenciosos por notícias na internet;
  • Trocar o “momento família” na frente da TV por um passeio no parque, no shopping, ou um jantar em casa;
  • Cancelar a televisão por assinatura;
  • Não ficar mais que uma hora vendo televisão, exceto jogos de futebol. Brincadeira, esse é o meu caso. O que quero dizer é para não abusar.

O tempo perdido na televisão

Já pensou que as horas e horas gastas em frente à tela poderiam ser substituídas por leitura útil, exercícios físicos, passeios, estudos, trabalhos extras? Pense nisso.

Quando sentar para  ver televisão, coloque um cronômetro de 25 minutos (post futuro is coming). Quando ele apitar, saia e vá fazer algo produtivo!

Conclusão

Amigão, não sou radical a ponto de mandar você jogar a televisão no lixo. Só quero que você pense bem que o tempo perdido à frente desse aparato doméstico poderia ser utilizado em outra coisa útil.

Relaxar é importante, sim. Mas não abuse da televisão. Além disso, podem existir outras formas de relaxar, descansar e gastar o tempo.

Deixe sua opinião nos comentários. Quero saber se pensa como eu.

Um abraço e até a próxima!

Vale a pena pagar caro em coisas de mais qualidade?

Olá meu amigo, hoje vou tentar expressar minha opinião sobre um assunto que divide muito as pessoas: vale a pena pagar caro em coisas de mais qualidade, que dure mais, ou é melhor pagar barato em uma coisa não tão confiável (o famoso “o barato sai caro”)?

Quero sua opinião nos comentários, hein!

Primeiramente, temos que por em mente que uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa, completamente diferente. Comprar coisas caras não é indicativo direto de qualidade. E comprar coisas baratas também não indica porcaria. O poder está nas nossas mãos; nós é que temos que definir o que vale a pena e o que não.

Coisas caras: boas x ruins

Alguns objetos precisam ser de boa qualidade, por trazer mais uma vida mais segura ou confortável para nós. Nesse caso, vale a pena gastar um pouco mais.

Quais objetos são esses? É você que tem que decidir. O segredo está no seu discernimento, pois você é quem tem controle da sua vida e suas atitudes. Mas aqui vão alguns exemplos:

Carro

O carro não precisa ser necessariamente caro, mas precisa estar em ótimo estado de conservação (o que, aqui no Brasil, infelizmente indica ser caro). Um carro bom evita manutenção em excesso e te dá segurança e conforto em viagens. Um carro ruim (barato) só te dá dor de cabeça.

Ah, mas eu não tenho dinheiro para comprar carro, MP!

Então, busque alternativas. Talvez uma bicicleta resolva seu problema até você juntar dinheiro. Ou uma moto, ou o transporte público. O que não vale é pagar rios de dinheiro em juros do financiamento.

Tênis

O tênis é outro item que, eu, acho que se pode investir um pouco mais. Não que seja necessário comprar um de R$700,00, mas um tênis entre R$250,00 e R$300,00 acho que é de boa qualidade. Não vale a pena calçar porcaria que acaba rapidamente, e te faz voltar na loja em 3, 5 meses. Evite a dor de cabeça, economize seu tempo (produtividade, lembra?).

Escova de dente

Pagar caro sim!
Pagar caro em 5460 cerdas?

Eu pago caro em uma escova de dente e vou comentar sobre isso no blog futuramente. Acredito que a saúde bucal é essencial e evita muita dor de cabeça no futuro.

Coisas baratas: porcarias x achados

Por outro lado, tem muita coisa barata que vale a pena sim, como tem também aquelas porcarias. Faça uma análise e veja o que se encaixa no seu cotidiano ou não. Alguns palpites:

Produtos de beleza

Não acredito que valha a pena gastar muita grana com perfume, creme, shampoo etc. Se esses itens forem de qualidade razoável já é suficiente. Nada de marcas luxuosas francesas etc. Compre o básico que terá praticamente o mesmo efeito.

Desodorante

Já citei bem minha opinião aqui.

Roupas

Dependendo da peça, é melhor pagar barato e pegar um item de qualidade razoável. A calça jeans que você usa todo dia para trabalhar? Compre uma barata, já que vai ser a guerreira da semana e você terá que trocar rapidamente de qualquer maneira.

Terno? Você usará 1 vez ao ano e olha lá. Não abuse, compre um básico por R$200,00 no máximo. Ou alugue um quando precisar (na verdade essa é a melhor opção).

 

Alimentação

Se come tão bem por tão pouco: acredite nisso. Nada de se esbaldar em bares caros ou com fast-foods. Tente viver simples e fazer sua comida em casa, ou comprar em um restaurante popular bem barato. Deixe para gastar mais com alimentação quando for em algum happy-hour da firma ou sair com a namorada. Viva simples.

 

Pirataria

Pagar caro não!
Pagar caro ou piratear? Pague caro, ou não pague. Piratear, não!

Uma coisa a se destacar é: para pagar barato não é necessário piratear. Não pirateie. Não use cheats.

Conclusão

Tente achar seu próprio meio-termo. Veja quais itens tem que ser de ótima qualidade, e quais você pode pagar um pouco mais barato que não fará problema.

O lance é, não abuse do seu dinheiro, do seu patrimônio. Tente viver bem com o que tem, poupando sempre.

Abraço!